No último dia 11, associados da ASIBRAM ajudaram a lotar a praça do Buriti em manifestação que pedia pró-atividade do GDF na defesa das leis que fixaram reajuste salarial para diversas carreiras do DF.

O julgamento da ADI pode se dar a qualquer momento e agora cabe ao GDF defender que as leis são, de fato, constitucionais, assegurando, consequentemente, os reajustes previstos nas respectivas normas.

Por enquanto, o governo vem assegurando o pagamento das categorias. Assim o fez no caso dos servidores da Educação e da Secretaria de Desburocratização (confira a matéria oficial aqui)

O Governo se pronunciou na última sexta feira afirmando que os aumentos dados e recebidos devem ser mantidos e que está aberto ao diálogo com as entidades de classe. Disse estar preocupado com a situação e que buscará alternativas para solucionar a questão sem afetar a qualidade dos serviços públicos (a matéria publicada você lê aqui).

Ontem o SINDIRETA foi recebido pela subsecretária de gestão de pessoas que assegurou que o GDF está fazendo o possível para reverter essa situação, para manter os reajustes concedidos nas leis que agora o MP questiona a constitucionalidade.

A ASIBRAM agradece a todos os associados que puderam estar presente no ato de manifestação e reforça o compromisso de lutar pela manutenção do reajuste concedido por lei.